O futebol na União Soviética era melhor que na Rússia capitalista de hoje

Por ocasião da última partida das oitavas de final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e CSKA, de Moscou, lemos algumas declarações do atual segundo treinador russo, Viktor Onopko, que não podemos deixar passar. O ex-jogador do Oviedo e do Rayo Vallekano foi perguntado sobre a nova fisionomia dos clubes russos e seu campeonato cheio de jogadores estrangeiros.

"O sistema comunista era melhor para a educação e o esporte; os colégios, as escolas de esporte e as infraestruturas estavam muito bem. Depois, quando caiu a URSS, só se pensava no dinheiro. Agora se volta a pensar primeiro no futebol e depois nos negócios. Faz falta trabalhar mais nas categorias de base e em como formar bons jogadores como Ognasevich o Akinfeev."

E mais adiante acrescenta:

"Antes havia só um país e agora são 15. Acabou tudo: as escolas, os treinadores... Os técnicos da URSS eram bons profissionais. Agora não há muitos técnicos bons e nem boas instalações para as crianças. Apenas os grandes clubes e as grandes cidades os tem, mas não são suficientes."


Víktor Onopko

Shajtar Donetsk 1988 -1992
Spartak Moscú 1992 – 1995
Real Oviedo 1995 – 2002
Rayo Vallekano 2002 – 2003
FC Alania Vladikavkaz 2003
FC Saturn 2004 – 2006





Fonte: RSA Madrid

1 comentários:

  AF Sturt Silva

17 de março de 2012 17:47

Vivendo e apredendo com os comunistas!