Maioria dos russos rejeita "desestalinização"


Pesquisa divulgada pelo Centro de Pesquisa de Opinião Pública da Rússia revelou que para a maioria da população do país o infame processo de "desestalinização" não passa de "palavrório" e "mito". 

Para 45% da população este processo é um mito que não tem nada a ver com os atuais problemas que o país enfrenta, e que a "desestalinização" irá alterar sua consciência histórica.

Outro dado interessante desta nova pesquisa em comparação com a anterior, de 2006, é que o número de pessoas que afirmam ter familiares que foram reprimidos no período de Stalin caiu 3 pontos percentuais, misteriosamente.

Ao mesmo tempo, a grande surpresa é o salto no número de pessoas que avaliam positivamente o papel de Stalin na história do país, que saltou de 15% para 26%, enquanto que o número daqueles que o avaliam negativamente caiu de 33% para 24%.

0 comentários: