Stálin sobre o nacionalismo ucraniano

O trecho abaixo, de 1941, encontra-se no volume XV da edição das obras de Stálin em alemão, inédito em português.

"Não, nós achamos correto combater duramente todo tipo de nacionalismo. Eles são a maior ajuda aos nossos inimigos e os piores inimigos do nosso povo. Os nacionalistas sonham em destruir a União Soviética e converte-la em um único estado nacional, e então torna-la uma presa fácil para os nossos inimigos. Em destruir fisicamente grande parte dos povos que a habitam e em transformar a parte restante em miseráveis escravos dos invasores.

Não é nenhuma coincidência que haja esses desprezíveis traidores entre o povo ucraniano - os líderes (Führer) dos nazistas ucranianos, todos eles: Melniki, Konovalcij e Bandera, todos receberam dos alemães a ordem de inflamar entre os ucranianos o ódio aos russos e com isso separar a Ucrânia da União Soviética.

É a mesma cantilena, como na antiguidade, no tempo do Império Romano: dividir e conquistar. Os britânicos são especialmente bem-sucedidos quando se trata de criar ódio e conflitos étnicos. Através de subornos e corrupção dos diferentes líderes nas nações eles governam sobre uma ilha capitalista, a qual se parece com uma grande fábrica capitalista, na qual os homens de todo o mundo são escravizados e roubados, para construir um "grande" império britânico no qual - assim dizem os próprios britânicos - o sol nunca mais se porá. Mas enquanto vivermos este número não se contará entre nós!

Os imbecis de Hitler descrevem a União Soviética como um "castelo de cartas", o qual ruirá tão logo encontre uma séria dificuldade. A amizade de nossos povos, eles pensam, não é forte suficiente e eles pensam que será rompida.

No caso de um ataque alemão à União Soviética, sobre os povos de diferentes nacionalidades, defenderemos nossa terra e nosso povo e nenhuma vida humana será poupada por nossa amada pátria.

Não subestimem os nazistas! Se vocês não os punir severamente, eles nos trarão muitos problemas! E por isso é necessário deixa-los no xadrez. Não permitam que eles minem a unidade da União Soviética!"

Traduzido por Glauber Ataide
(J. V. Stalin, Vollständig gesammelte Werke. Band 15, "Ein Gespräch mit A.S. Yakovlev, 26. März 1941 ", S. 17)


0 comentários: