Saudações das FARC-EP ao XIV Congresso do Partido Comunista da Venezuela

Saudações das FARC-EP ao XIV Congresso do Partido Comunista da Venezuela


Camaradas do PCV e Companheiros Delegados.
Caracas.

Desde as montanhas da Colômbia, com muito afeto, o saúdo comunista dos Guerrilheiros das FARC-EP ao XIV Congresso do PCV, o abraço fraterno às delegações dos Partidos Comunistas e organizações revolucionárias do mundo.

Permitam que expressemos neste magno evento nossa eterna gratidão ao Partido Comunistas da Venezuela pela sua solidariedade na dura luta das FARC-EP pela Nova Colômbia, a Pátria Grande e o Socialismo. A solidariedade do PCV é luminosa e exemplar. Sempre está ai, oferecendo seu apoio moral, todo o tempo, em tormenta ou em calma. Elas nos diz que o internacionalismo solidário, como qualidade e princípio, jamais deve desaparecer da praxes revolucionária. A soma dos ensejos e dos aportes materiais, aproximam a vitória da justiça e a humanidade.

Camaradas: a atual crise estrutural do capitalismo reclama com urgência a unidade dos povos, para a luta que já se configura no horizonte. A batalha é tanto inadiável quanto decisiva, e está chamada a derrotar todos séculos de injustiça dos modos de produção. O capitalismo tem-se envelhecido e debilitado. A conjuntura é propícia para hastear a bandeira do comunismo: A nova era da humanidade, a do fim do fim da exploração do homem pelo homem, das classes e do Estado, a era da justiça e a democracia plena. Que esse encontro de revolucionários em Caracas, berço do Libertador Simón Bolívar, serva para dar os primeiros passos concretos rumo à construção da alternativa anticapitalista, de humanidade, reclamada pelos rebeldes do mundo.

Desde o baluarte de sua soberania política, o PCV tem sido e continua sendo força fundamental na defesa do processo bolivariano. Esse processo enfrenta forças reacionárias muito poderosas encabeçadas pelo governo dos Estados Unidos. Compartilhamos a percepção do PCV de que é um dever de todo revolucionário, lutar para que a revolução bolivariana se consolide como esperança dos povos de Nossa América. Qualquer revés dos revolucionários na Venezuela deve ser assumido como um revés estratégico para a revolução continental. O pensamento bolivariano constitui hoje um poderoso arsenal político na luta, que se pressagia dura, em defesa da Pátria e a revolução.

Viva o Partido Comunista da Venezuela!

“Unidade, unidade, unidade, deve ser nossa divisa.”

Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC-EP
Comissão Internacional
Montanhas da Colômbia, agosto 4 de 2011

Fonte: ANNCOL

0 comentários: